Thomas Almeida comemora contratação pelo UFC
Escrito por Rafael Lavô    Qui, 24 de Julho de 2014 10:59    Imprimir

Nesta terça-feira, dia 22 de julho, Thomas Almeida foi confirmado como novo lutador peso-galo (até 61,2kg) do UFC. Para isso, foi preciso construir um cartel impressionante. Aos 22 anos, o paulista venceu todas as 17 lutas que fez na carreira, sendo 13 delas por nocaute, além de mais quatro finalizações. Em sua última apresentação, em junho deste ano, mandou o também brasileiro Caio Machado à lona ainda no primeiro round, conquistando o título do Legacy Fighting Championship.

Thominhas, como é apelidado, conviveu nos últimos dois anos com a expectativa de assinar contrato com o Ultimate. Mas foi quando menos esperava que a oportunidade chegou. "Muita gente me perguntava quando eu lutaria pelo UFC, dizendo que já estava na hora, e isso me deixava ansioso. De um tempo para cá, o Diego Lima (treinador e empresário) sempre mandava vídeos das minhas lutas para o Sean Shelby (matchmaker do evento), mas nunca pintava a chance. Para essa última luta, nem pensei nisso, deixei rolar naturalmente, e acabou acontecendo", conta.

Atleta da Chute Boxe São Paulo, a revelação brasileira terá a companhia de três grandes amigos no UFC. Felipe Sertanejo e Lucas Mineiro, que fazem parte da mesma equipe, e Charles do Bronx, que eventualmente treina com Thomas, todos ganhando cada dia mais destaque entre os pesos pena (até 66,1kg), e que já trocam experiências com o companheiro sobre o maior evento de MMA do mundo.

"Estou junto deles diariamente e isso é ótimo porque já consigo ter uma noção de como é ser atleta do UFC. Participo da preparação deles para as lutas, sei como funcionam as coisas, a organização impecável, o alto nível do evento, tudo. Eles são meus amigos dentro e fora da academia. Sei que posso contar ainda mais agora, já que trabalhamos na mesma empresa", comemora.

A natural empolgação pela assinatura de contrato com o UFC acaba para Thomas Almeida quando o assunto é a responsabilidade que o novo desafio na carreira traz. Ciente da diferença técnica com a qual vai se deparar dentro do octógono e às expectativas em torno dele, o atleta patrocinado pela MKS Combat Gear promete ainda mais dedicação nos treinamentos para aumentar a já enorme sequência de vitórias na carreira.

"Vou lutar onde os melhores caras do mundo estão. Isso é no nível mais alto do MMA mundial. Por isso, vou dobrar minha preparação para estar 110% pronto quando a estreia chegar. Não vou sentir pressão, minha cabeça sempre foi e continua tranquila, sabendo que a dificuldade de lutar no UFC será muito maior do que as que tive até hoje. O nível é mais alto mesmo, mas isso só me estimula a melhorar cada dia mais e mais", garante Thomas, que ainda não tem data para estrear pelo evento.